voltar

SESC SÃO PAULO PARTICIPA DA QUARTA EDIÇÃO DA ‘JORNADA DO PATRIMÔNIO’

O evento organizado, pelo Departamento de Patrimônio Histórico do município, ocorre nos dias 18 e 19 de agosto e propõe um mergulho na diversidade dos costumes, saberes e identidades da metrópole paulistana

Quantas identidades estão impressas em São Paulo? Quantas permanecem apenas na história?  É possível enxergar suas narrativas marcadas nos espaços da cidade? A partir desses questionamentos, o Departamento de Patrimônio Histórico da Prefeitura Municipal de São Paulo promove a quarta edição da Jornada do Patrimônio. Nos dias 18 e 19 de agosto, diversas unidades do Sesc participam do evento com 15 passeios que convidam os participantes a se aproximarem da história e da memória da cidade, especialmente as menos evidenciadas.

De espaços consagrados pela prática de capoeira aos palacetes de Higienópolis, das ruas do Bixiga ao Morro da Querosene, as caminhadas levam os participantes a uma visão mais aprofundada, algo fundamental para uma melhor compreensão do DNA da cidade.  Também estão previstos  palestras, visitas a imóveis e apresentações artísticas por toda a capital paulista.

De acordo com a assistente técnica Cristina Fongaro, do Turismo Social, “a Jornada do Patrimônio 2018 é um convite para refletirmos sobre o papel dos bens culturais na formação desta identidade ao longo de sua história”. Como se sabe, São Paulo é terra de índios, portugueses, africanos, italianos, espanhóis, asiáticos, nordestinos. Povos que participaram da formação cultural da cidade, constituindo seus modos de habitar e viver em diferentes épocas desde sua fundação. Embora esses entrelaçamentos multiculturais tenham ocorrido por toda a parte na cidade, nem sempre são visíveis. “A Liberdade, por exemplo, é conhecida como tradicional bairro japonês. Entretanto, menos conhecido é o fato de que a região também foi uma rota de fuga para escravos e, portanto, parte importante da memória negra”, cita Cristina. Ainda de acordo com ela, a temática deste ano, “Uma Cidade, Muitas Mãos”, pretende contribuir para trazer à luz a memória dos povos que ajudaram a construir a cidade, porém nem sempre representados.

A quarta edição da Jornada do Patrimônio conta com uma intensa programação de roteiros, palestras e manifestações artísticas elaboradas por diversas instituições que já realizam atividades na cidade ligadas ao patrimônio histórico. A programação completa do evento pode ser consultada em jornadadopatrimonio.prefeitura.sp.gov.br. Confira abaixo a programação do Sesc em São Paulo.

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

ROTEIROS

 

SESC PAULISTA

A AVENIDA PAULISTA E A CONSTRUÇÃO DA ESFERA PÚBLICA NA CIDADE

 

Há um século a Avenida Paulista é palco histórico de manifestações culturais na cidade: o corso de domingo, o carnaval de rua e os bailes no Trianon marcaram o espaço público da cidade nas primeiras décadas do século 20. Mais recentemente, diferentes grupos sociais se expressam na avenida, no vão livre do MASP, nas diversas manifestações e celebrações. Na última década, uma nova rodada de transformações na avenida trouxe novas instituições culturais, a bicicleta, os usos de lazer no domingo. Neste passeio, conheça essas histórias e seus personagens ao longo do percurso. Com o pesquisador arquiteto e urbanista Renato Cymablista (FAU/USP).

 

Data: 18/8

Hora: 19h30

Inscrições: na central de Atendimento do Sesc Avenida Paulista

 

 

SESC SANTANA

TRILHA URBANA - BRINCADEIRAS EM PERUS

Perus é um bairro localizado mais ao norte da cidade. A região, que foi zona de passagem de tropas militares e entreposto durante os períodos colonial e do Império, foi, também, importante local de mineração. O processo de urbanização se deu a partir da inauguração da Estação Perus da São Paulo Railway (1867) e teve como marcos a Companhia Melhoramentos de São Paulo (1890) e a Companhia Brasileira de Cimento Portland (1926). O roteiro aborda a história da região a partir da ocupação, da revitalização e da ressignificação dos espaços públicos. Este roteiro é uma adaptação que pretende apresentar às crianças e adolescentes esta parte da história da cidade.

 

Data: 18/8

Hora: 9h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Santana a partir de 19/7, às 14h

 

TRILHA URBANA - MEMÓRIAS E ESPAÇOS PÚBLICOS EM PERUS

Toda a relevância desta parte da cidade será abordada neste passeio que remonta a região nos séculos 19 e 20, trazendo informações relativas ao período colonial e todo o processo de urbanização a partir da inauguração da Estação Perus da São Paulo Railway (1867), e teve como marcos a Companhia Melhoramentos de São Paulo (1890) e a Companhia Brasileira de Cimento Portland (1926).

Data: 19/8

Hora: 9h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Santana a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC CARMO

LIBERDADE E BIXIGA - HISTÓRIAS DE ESCRAVOS E IMIGRANTES

Antes de ser um bairro típico de imigração japonesa, a Liberdade foi parte da história da escravidão em São Paulo. Essa história, assim como a do Bixiga, teve origem no Quilombo Saracura, é apresentada aos participantes durante passeio que percorre as ruas dos dois bairros.

Data: 19/8

Hora: 9h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Carmo a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC PINHEIROS

MORRO DO QUEROSENE

A visita mediada trará o samba e a roda e capoeira como vivência, contando com Dinho Nascimento e músicos. Logo após, uma roda de conversa com historiador e Dona Cecília, moradora do morro, tratará da história do morro e a migração nordestina para São Paulo, bem como sobre o patrimônio imaterial presente na comunidade. Ao final um passeio a pé por algumas ruas do bairro para observarmos a arte de rua, em especial os grafites.

Data: 18/8

Hora: 14h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Pinheiros a partir de 19/7, às 14h

 

CASA DO BANDEIRANTE

O passeio abordará a relação entre colonizador e indígenas, o patrimônio material e imaterial, bem como as permanências histórico-culturais. Será feita visita monitorada à Casa e uma roda de conversa com historiador liderança indígena da aldeia guarani do Rio Silveiras, em Bertioga.

Data: 19/8

Hora: 14h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Pinheiros a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC CONSOLAÇÃO

TRÊS DONAS

O Projeto Três Donas aborda a história de três figuras femininas de grande relevância para a cidade de São Paulo, fundadoras do bairro de Higienópolis a partir do loteamento de suas terras: Dona Veridiana, Maria Antônia e Maria Angélica. Senhoras da elite paulistana com trajetórias de vida distintas, elas dão nome às ruas do bairro.

 

DONA MARIA ANGÉLICA

Neste percurso, destacamos Dona Maria Angélica Aguiar de Barros, proprietária da antiga Chácara das Palmeiras, onde passou a residir após a morte do marido, em 1893. O empreendimento do loteamento da sua grande chácara, comandado por ela, deu origem a grande parte dos lotes do bairro situado abaixo da Avenida Higienópolis. O trabalho de pesquisa foi realizado pelo Coletivo PISA: Cidade + Pesquisa.

Data: 19/8

Hora: 9h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Consolação a partir de 25/7, às 14h

 

DONA VERIDIANA

Neste percurso, destaca-se Dona Veridiana Valéria da Silva Prado, extremamente relevante na vida social da elite paulistana da época. Mudou-se para a área que viria a ser Higienópolis em meados de 1880, a partir da construção da Chácara Vila Maria, famosa pelos eventos que reuniram diversos intelectuais.  O trabalho de pesquisa foi realizado pelo Coletivo PISA: Cidade + Pesquisa.

Data: 19/8

Hora: 10h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Consolação a partir de 25/7, às 14h

 

DONA MARIA ANTONIA

Neste percurso, destaca-se Dona Maria Antônia da Silva Ramos, proprietária de uma chácara localizada entre as atuais ruas Dona Veridiana e Consolação. Sua história no contexto do bairro de Higienópolis remete à doação de um grande terreno à Igreja Presbiteriana, local onde, anos depois, se instalou o Grupo Mackenzie. O trabalho de pesquisa foi realizado pelo Coletivo PISA: Cidade + Pesquisa.

Data: 19/8

Hora: 14h30

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Consolação a partir de 25/7, às 14h

 

 

SESC INTERLAGOS

PAISAGENS DA SERRA DO MAR

Este roteiro, realizado no Núcleo Curucutu do Parque Estadual da Serra do Mar (localizado na APA Capivari Monos), envolve uma agradável caminhada pela Mata Atlântica, a qual conduz o visitante até o cume da serra, onde é possível avistar o litoral e a divisa entre os municípios de São Paulo e Itanhaém. Fundada por um colégio jesuíta dentro de um aldeamento indígena, a capital paulista é, originalmente, terra de índios. Para que os participantes desse roteiro possam saber um pouco mais sobre a história desses povos tradicionais que fazem parte da formação cultural da cidade, a trilha será conduzida por uma liderança indígena da região.

Data: 19/8

Hora: 7h30

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Interlagos a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC OSASCO

REMINISCÊNCIAS PAULISTANAS: MEMÓRIAS DE UM NORDESTINO EM SÃO PAULO

Caminhada pelo centro antigo, partindo do Viaduto do Chá, segue os passos do autor Jonas Torquato de Melo em sua crônica "Reminiscências Paulistanas", ganhadora do Mapa Cultural Paulista 2012. Durante o roteiro serão destacadas as presenças - material e imaterial - dos migrantes nordestinos na região central. O roteiro tem por finalidade, ainda, levar a uma reflexão sobre o papel dos bens culturais na formação da identidade de São Paulo ao longo de sua história.

Data: 19/8

Hora: 8h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Osasco a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC BOM RETIRO

VILA DOS INGLESES

A história da ferrovia em São Paulo está, visceralmente, associada ao ciclo cafeeiro. Para se escoar a maior riqueza produzida pelo país nos séculos 19 e 20 para o porto de Santos, foi preciso construir uma malha ferroviária que interligasse as cidades e otimizasse o transporte do produto. Com o objetivo de promover a compreensão de aspectos contemporâneos da capital por intermédio de seus patrimônios, este roteiro a pé leva os participantes até a Vila dos Ingleses, situada na região da Luz e construída para abrigar funcionários da São Paulo Railway Company. Durante o percurso será abordada a história da ferrovia com suas implicações sociais, econômicas e culturais. Neste trajeto, com cerca de 2 km, estão previstas visitas às estações Júlio Prestes e da Luz.

Data: 19/8

Hora: 13h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Bom Retiro a partir de 19/7, às 14h

 

 

SESC SÃO CAETANO

PELOS PASSOS DA CAPOEIRA EM SÃO PAULO

A capoeira é uma manifestação sociocultural de origem afro-brasileira que mescla luta, dança, elementos da cultura popular e música. Neste roteiro, que aborda o histórico da capoeira e sua ligação com o movimento negro de São Paulo, há visitas a uma das mais antigas rodas de capoeira da cidade (realizada na Praça da República), à Igreja do Rosário dos Homens Pretos (Largo do Paissandu) e ao centro cultural Casa do Mestre Ananias, pai da capoeira paulistana e um dos mais importantes mestres do país.

Data: 18/8

Hora: 9h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc São Caetano a partir de 17/7, às 15h

 

 

SESC IPIRANGA

A CHEGADA DOS IMIGRANTES ÁRABES E ESPANHÓIS NO BAIRRO DO IPIRANGA

O roteiro aborda a presença dos imigrantes espanhóis e árabes na formação da identidade do paulistano. Neste percurso serão conhecidos alguns espaços relacionados às duas culturas, como a Casa da Espanha, que divulga a rica cultura deste país, englobando culinária, dança e música. Também será explorada, igualmente, a história da família Jafet, marcada pelo empreendedorismo, que deixou inúmeros patrimônios, como palacetes e galpões de sua antiga fábrica têxtil.

Data: 18/8

Hora: 13h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Ipiranga, a partir de 03/07, às 15h

 

 

SESC VILA MARIANA

TRAJETÓRIAS NEGRAS EM SÃO PAULO

Um mergulho na história da formação social brasileira a partir de uma visita às regiões da Liberdade e do Jabaquara, centro e zona sul da capital. Nesse roteiro será apresentado ao público a história e trajetória das populações negras na cidade por meio de visita a alguns locais importantes: o bairro da Liberdade e o Sítio da Ressaca, edificação de 1719 que foi utilizada como lugar de repouso dos escravos em fuga no Brasil colonial.

Data: 18/8

Hora: 11h

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Vila Mariana a partir de 17/7, às 15h

 

 

SESC POMPEIA

VISITAS PATRIMONIAIS-ARTÍSTICAS: A FÁBRICA DA LINA

Visita onde são apresentados conteúdos referentes ao Sesc Pompeia, o projeto de restauro da unidade e sobre o trabalho do arquiteta Lina Bo Bardi. Com a equipe da Residência Artística.

Data: 18 e 19 /8

Hora: 11h

Retirada de senhas com 30 minutos de antecedência, no balcão da loja Sesc.

 

ARQUITETURA: MODERNIDADE, TRADIÇÃO E CULTURA POPULAR

Palestra e visita ao prédio do Sesc Pompeia. O arquiteto e urbanista Luís Antônio Jorge propõe um diálogo com a arquiteta Lina Bo Bardi, discorrendo sobre cultura popular, modernidade e fabricação de uma poética a partir da relação entre a arquitetura e a cidade: o MASP, o SESC Pompéia e São Paulo. Nessa atividade o desenho de Lina Bo Bardi se apresenta como registros da vida em curso: imaginação, fabulação, política e poesia.

 

Data: 18 e 19/8

Hora: 15h

Retirada de senhas com 1h de antecedência, no balcão da loja Sesc.

 

 

SESC AV. PAULISTA

AUDIOTOUR: UM PASSEIO PELA AVENIDA PAULISTA

Por meio de seu próprio celular e utilizando fones de ouvido é possível fazer um passeio autoguiado, que se inicia e finaliza na unidade do Sesc. Basta acessar o aplicativo Sesc Avenida Paulista e entrar no "Audiotour: um Passeio Sonoro pela Avenida Paulista", a partir de histórias contadas por pessoas que vivem aquele ponto da cidade, morando, trabalhando ou em momentos de lazer. Esse percurso, com pouco mais de uma hora de duração, inclui informações sobre pontos de interesse do entorno, histórias da avenida e depoimentos de quem a frequenta no dia a dia.

 

 

OFICINA

 

SESC CAMPO LIMPO

MEMORÁVEIS PAISAGENS

A partir da apresentação de fotos panorâmicas e aéreas do distrito do Campo Limpo, lugares importantes da região serão apontados e descritos pelo público. Tal registro servirá como referência para que, no futuro, seja possível compreender transformações e permanências nesta paisagem. Com Anabela Gonçalves Vaz, Aline Rodrigues, Gisele Brito, Léu Britto, Ronaldo Bastos e Tony Marlon

Data: 18 /8

Hora: 14h30

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Campo Limpo a partir de 17/7, às 15h.

 

 

PALESTRA

SESC CAMPO LIMPO

Serão apresentadas duas etapas do levantamento sobre a história da ocupação do bairro do Campo Limpo e arredores. Na primeira delas foi realizado um Inventário Participativo com a colaboração de quem vivenciou e vivencia as transformações constantes desse território por meio do registro de depoimentos, resquícios e objetos importantes para a memória desta região. Em um segundo momento, estes materiais foram relacionados a dados oficiais para maior entendimento e contextualização. A exibição de um vídeo-registro deste processo de pesquisa estabelecerá um diálogo, no qual a trajetória dinâmica e socialmente construída desta região da cidade encontra espaço e representatividade. Com os palestrantes Anabela Gonçalves Vaz, Aline Rodrigues, Gisele Brito, Léu Britto, Ronaldo Bastos e Tony Marlon.

Data: 18/8

Hora: 17h30

Inscrições: na Central de Atendimento do Sesc Campo Limpo a partir de 17/7, às 15h.

 

 

 

voltar